22/10/09

Introdução à Tortura, 12ºano.


Certinho. Entrar dentro daquela sala é a mesma coisa que ir para uma prisão.
Somos prisioneiros durante 90 minutos, 3 vezes por semana, o que devia ser uma disciplina de opção é assim uma macabra forma de nos revoltar e questionarmo-nos ‘mas o que é que eu ‘tou aqui a fazer se nem sequer quero seguir nada a ver com Direito?’ esta é uma pergunta retórica; somos obrigados a ter aquilo e acabou.
Estar entre 4 paredes a ouvir, constantemente, alguém a pronunciar palavras é dose, sim porque ele fala, fala, fala, fala e diz piadas secas… --‘
Ainda não percebi bem porque é que ele insiste em andar de fato e gravata na escola, juro que não! Deve-se achar mais superior ou assim… Visto que nem por ‘voçê’ o podemos tratar. Segundo ele o ‘você’ é de alguém corriqueiro… Para ele é O Senhor!
Pois eu cá digo (e como muiiiiiito religiosa que sou) o Senhor está no céu.

A aula de hoje foi estupidamente especial.
Eu desenhei um header para o blog, e a Ly passou a aula a mandar sms, o stor topou-a, numa altura em que ela saca do telemóvel para ver as horas eis que soa pra lá a divindade:
- A menina para a próxima vai para a rua. Isso não é permitido nas aulas!! Para a próxima ponho-te na rua!
Todo ele parecia um pavão, todo superior.
A Ly simplesmente pediu desculpa.
O telemóvel estava junto aos joelhos dela, e como não é moça de se ficar atrás, sussurra-me:
- Ai é?! Eu já te lixo! Agora vou-me por assim para ele pensar que estou a mexer no telemóvel.
Ora pois, pôs o telemóvel na manga do casaco e na mesma posição em que estava… começou a tirar o verniz das unhas. Ao longe parecia que ela continuava a mexer no telemóvel.
Lá soa a divindade outra vez:
- O que é que tens nas mãos?
A Ly levanta as mãos no ar, como se lhe estivessem a apontar uma arma… Nada.
- E entre os joelhos?
A Ly levanta o rabinho da cadeira e nada. Senta-se.
- Estiveste muito bem agora. Foi bem feita para mim. Eu uma vez fiz a mesma coisa com um professor meu mas foi com um cigarro de plástico.

Viu Senhor professor como às vezes é melhor averiguar bem antes de abrir a boquinha?! Viu?! Tudo bem que a rapariga infringiu as regras e bla bla bla, mas como o Senhor disse, e passo a citar ‘não é fácil estar sempre a ouvir um velho chato a falar’.
Agora, seja lá normal. Deixe as gravatas em casa, vista uns jeans, e não chatei tanto a malta.

E já agora… já que estamos numa de falar de professores e de resolver algumas questões… Senhora Directora, porque é que desde que tomou posse do Conselho Executivo, o seu rico blog passou a estar restrito? Medo… muito medo…




Direito,

a disciplina amavelmente leccionada por

Manuel Estrela.

8 comentários:

F*B disse...

Ahahah... esse foi mesmo o ponto alto da aula de hoje. Foi tão divertido qdo ela se levantou e O Senhor viu que não havia telemóvel para ninguém. =P

A senhora directora devia era levar tau-tau.

The Woman disse...

Eu amo direito =p e foi mesmo a área que segui mas depois descambou... Ao fazeres a descrição do professor lembrei-me é o chato do JLFT!!! Mas não não não pode que ela não anda de fato nem dá direito Ahah! Mas era fixe o crominho ser achado assim num blogue Lol Beijo

*Nós* disse...

Quando eu andava a estudar, ficava fula da vida quando pessoas mais velhas vinham para cima de mim com a conversinha “aii que saudades desse tempo.. Não há melhor anos que os da escola.. “ and so long
E eu sempre a dizer que a vida começa mesmo é quando acaba a escola, que estava ansiosa por sair de lá para fora.. Verdade seja dita, não há melhor anos do que os que se anda a estudar, que saudades desse tempo :P

Um beijo

A.Menina

João disse...

Uma vez aconteceu algo parecido.
Um colega meu estava a mexer no telemóvel na manga do casaco e a stora vai ter com ele para lho tirar, ele levanta-se, "não tenho nada!", "então tira lá o casaco", o que aconteceu aqui foi espectacular, o telemóvel deslizou subtilmente pelo casaco para dentro da mochila. Até a stora ficou com cara de parva a olhar para aquilo, como raio tinha desaparecido o telemóvel.

*Nós* disse...

Calem-se paaa!! Chatos loool

=p


(Só para meter nojo)

JLFT

Margarida disse...

F*B: Foi fofo ver a cara de totó dele =D

Woman: Naaaaam, acho que o JLFT não tem nadinha de nada a ver com o Estrela! És meme má xD **

Menina: Eu sei que um diz tmbm vou achar isso... mas vou-me lembrar das aulas de direito como 'a grande tortura' **

João: É tão giro vê-los ficar atrapalhados sem saber o que dizer xP

JLFT: Olha que eu defendi-te e tudo ham. Que rica irmã que tens xP

João disse...

Ei ei, esqueci-me de dizer:
"A escola é que era bom..."

:D

vénia para o secundário, que quando se sai de lá é que se vê a jabardice e balda que era *.*

Parvinha disse...

Realmente, foi bonito de se ver, foi.
o Star perdeu pontos para mim ao pronunciar a seguinte frase: 'chamem-lhe lá oq quiserem, mas não lhe chamem casamento, porque não é.' em relação aos casamentos homossexuais.