20/12/09

- Estás tão diferente, como estás crescida! Lembro-me de ti pequenina e redondinha, se te visse na rua já não te conhecia!
- Pois, mudei um bocadinho sim.
- Tens os olhos do teu pai. Sabes, ele era um homem muito bonito. Era a generosidade em pessoa.


Limitei-me a sorrir.

6 comentários:

Pretonoamarelo disse...

Oh que fofinho *.*

Anailil disse...

E foi o melhor que fizeste. Sorrir :)

Rita da Maçaroca disse...

Mas vale sorrir do que chorar, acredita Margarida :)

Sílvia Psiu. disse...

Pessoas.

Né # disse...

simples e lindo *.*

D* disse...

É sempre bom ouvir isso :)