09/04/10

Mais valia ter vindo para casa descalçar os sapatos que tão mal me fizeram. Merdosos.

Quem me conhece sabe bem o meu gosto por arte, seja dança, teatro, fotografia ou qualquer outro tipo de arte; e provavelmente, ainda sabe melhor toda a carga perfeccionista que ponho em cima de tudo o que faço. Sempre me ensinaram que quando queremos fazer algo temos que ter gosto e auto-critica suficientes para não nos satisfazermos com qualquer coisa; e eu sou assim, por vezes até demais.
Hoje, depois de ir ao dentista, resolvi dar uma espreitadela numa exposição de fotografia, escultura e pintura que está no Museu cá da santa terrinha, que confesso, tinha uma grande curiosidade de ver. Acho que é a primeira vez que se faz tal coisa aqui.
Quando cheguei lá fiquei um tanto admirada com a estrutura do ‘animal’, porque uma cartolina preta com umas imagens coladas, a mim, não satisfaz. Mas pronto, passou, afinal o que importa é o conteúdo.
Passinhos para aqui, passinhos para ali, em certa de 10 minutos consegui ver a parte fotográfica umas 2 vezes. Sim, de certa forma desiludi-me, mas por outro lado percebo que quem tem as suas fotografias na exposição, pelo menos quem eu conheço, ainda não tive tempo de fazer uma ‘pesquisa’ sobre os restantes participantes; não tem qualquer tipo de formação na matéria.
Uma das coisas que mais me intrigou desde que soube da existência da exposição foi o facto de o concurso não ser aberto a todos. A meu ver devia ter sido aberta uma inscrição, e posteriormente uma pré-selecção, para ser mais fácil organizar as coisas; para que o nome ‘mostra de jovens criadores’ tivesse o seu verdadeiro sentido; em vez disso os conhecidos, dos responsáveis, foram simplesmente convidados e pronto.
Atenção não me estou aqui a lamentar por isto ou por aquilo, não quero ferir a susceptibilidade de ninguém, longe de mim. Apenas estou a defender a minha ideia. Eu fiz a minha avaliação do que lá está, mesmo sem ter nenhuma formação ou qualquer conhecimento geral sobre a matéria; mas tmambém tenho olhos na cara e capacidade de defender as minhas opiniões. Não julgo ninguem. Só não concordo com o sistema aplicado. Fazendo bem as contas é uma das coisas que mais motiva, a possibilidade de ter o trabalho exposto, um sitio qualquer, e de poder receber criticas construtivas sobre o seu hobby ou até mesmo trabalho nunca fez mal a ninguém. Muito pelo contrário.

4 comentários:

marta. disse...

:/
pois,... infelizmente, em muitos locais do país, ainda tudo funciona um pouco à volta da "cunha".
É o que temos! um beijinho

D* disse...

Não podia concordar mais contigo! É bom ser-se auto-crítivo. Se não nos criticarmos, quem é que o fará? Sim, haverá sempre mais gente a criticar o que fazemos, mas é diferente. Temos de saber o que fazemos mal para evoluir, melhorar, encontrar outras formas de nos expressarmos! Mas depois há aquelas pessoa (como eu) que nunca se contentam com nada do que fazem... mas isso aí já é outra história :p
E quanto a essa exposição, devia ser para todos os participantes. E devia ser feita como em todas as exposições, devia ter selecções, para apurar os melhores trabalhos...
Beijinhos*

Maria Margarida disse...

marta.:podes crer. parece que se esquecem que há outras pessoas com a mesma motivação para criar.


D*: Não te preocupes que eu tambem sou assim :b

Anna Molly ♥ disse...

E é assim que Santiago do cacém cresce.